Representações Amec.

representacoes-amec-01

 

 

Entidade Órgão Representante Amec Descrição
ANBIMA Conselho do Mercado de Capitais Mauro Rodrigues da Cunha Guilherme Vicente A função do Conselho é instaurar e julgar processos, emitir deliberações e pareceres de orientação acerca dos Códigos de Regulação e Melhores Práticas da ANBIMA.
APIMEC

Conselho de Supervisão de Analistas
Herculano Aníbal a partir de 2016

Herculano Aníbal O órgão é composto por nove membros que, entre suas competências, julgam processos administrativos instaurados para apurar desvio de conduta de analistas de valores mobiliários, além de orientar o trabalho da Superintendência de Supervisão do Analista de Valores Mobiliários – SSA. A Apimec é a entidade autorreguladora da profissão de analista, estando autorizada pela CVM a promover o credenciamento de mesmos, nos termos da Instrução CVM 483, de 6.07.2010.
B3 Câmara Consultiva de listagem Fernando Tendolini As Câmaras Consultivas foram criadas para garantir interlocução constante com os participantes dos mercados B3. Em 2009, as Câmaras passaram por aperfeiçoamentos importantes, como a ampliação do número de participantes, que atualmente gira em torno de 450 pessoas. Ainda foram criadas a Câmara Consultiva do Mercado Imobiliário e a Câmara de Negociação e Tecnologia.
CFRSN Conselho de Recursos do Sistema Financeiro Nacional Ana Paula Zanetti “Conselhinho”, é órgão de deliberação colegiada, integrante da estrutura do Ministério da Fazenda (MF), composto por oito conselheiros (quatro representantes indicados pela administração pública – dois nomes escolhidos pelo MF, um pelo Bacen e um pela CVM – e outros quatro de entidades de classe do mercado financeiro).
CODIM Comitê de Orientação para Divulgação de Informações ao Mercado Daniela Zolko
Renato Vetere
O Comitê tem o compromisso de oferecer orientação e sugestões às companhias abertas, profissionais de relações com investidores, analistas de investimentos, investidores, administradores de recursos, dentre outros, a respeito das alternativas mais adequadas de divulgação de informações para um público que é bastante diversificado e deve exigir cada vez maior qualidade, transparência, tempestividade, acessibilidade e detalhamento desses dados.
GNIA Rede Global de Associações de Investidores Mauro Rodrigues da Cunha Em 2013, o ICGN instituiu a GNIA como uma colaboração internacional de organizações lideradas por investidores com interesse comum na promoção dos direitos e deveres dos acionistas. A rede aumenta a capacidade das associações nacionais de compartilhar prioridades relacionadas à governança além das jurisdições locais para uma audiência internacional, contribuindo assim para os esforços de reforma da governança global. A rede é representada por entidades de países como a Austrália, Brasil, Canadá, Hong Kong, Itália, Malásia, Holanda, Reino Unido e EUA. O presidente da rede é Mauro Cunha, da Associação de Investidores no Mercado de Capitais – AMEC.
IBGC Comissão de Comunicação e Mercado de Capitais Renato Vetere A Comissão aborda as melhores práticas de Governança Corporativa visando a comunicação efetiva com o mercado, como a divulgação de relatórios e informações, além de contemplar questões relacionadas aos responsáveis por departamentos de relações com investidores.
ICGN International Corporate Governance Network Mauro Rodrigues da Cunha Maior rede mundial de investidores preocupados com governança corporativa. Seus associados administram recursos superiores a USD 18 trilhões, incluindo os principais gestores e fundos de pensão do mundo.
Back to Top