Amec recebe a associação da Schroders

A Schroders Brasil é a mais nova associada da Associação dos Investidores no Mercado de Capitais – Amec. Fundada há mais de 200 anos no Reino Unido, onde mantém sua sede mundial, atualmente é uma das 25 principais gestoras independentes com atuação no Brasil, concentrando-se em ações domésticas, renda fixa, crédito privado e investimentos internacionais. A asset atua na gestão de recursos de diferentes tipos de clientes, de instituições financeiras e consultores financeiros, a clientes institucionais.

Daniel Celano, Country Head da Schroders no Brasil

Daniel Celano, da Schroders. Foto: Divulgação.

“A Schroders está há mais de 25 anos no Brasil e a associação à Amec é um passo importante dessa trajetória, pois reforça o nosso engajamento nas mais elevadas discussões sobre governança corporativa no país. Globalmente, temos a política de integrar fatores ambientais, sociais e de governança em todas as decisões de investimentos, e não seria diferente no Brasil, onde combinamos a nossa metodologia, escala e capacidades de análise de dados com a expertise de uma equipe local dedicada à compreensão dos objetivos de cada cliente, para entregar o melhor resultado para os seus perfis”, disse Daniel Celano, Country Head da Schroders Brasil.

O Presidente Executivo da Amec, Fábio Coelho, dá as boas-vindas para a nova associada. “Gostaria de ressaltar a relevância da adesão da Schroders à Amec, que reforçará o papel da associação no desenvolvimento do mercado de capitais e na defesa dos direitos dos investidores minoritários no país. A gestora tem grande expertise em assuntos de sustentabilidade e ESG, em especial na Europa, e isso certamente irá ajudar o desenvolvimento do tema no Brasil e entre os demais associados.”

Fundada em 2006, a Amec possui atualmente cerca de 60 associados entre assets e fundos de pensão. Desde a sua fundação, a entidade converteu-se no principal fórum de discussões entre investidores institucionais a respeito de práticas de governança corporativa e direitos dos investidores em empresas brasileiras, na linha das mais recentes recomendações ao redor do mundo. 

Números

A Schroders é uma das cinco maiores investidoras da bolsa brasileira (B3), com mais de R$ 15 bilhões administrados, além de R$ 3 bilhões sob gestão de investidores brasileiros em fundos de renda fixa, multimercado, ações e ativos no exterior (dados de 30 de junho de 2020). Globalmente, a Schroders tem sob sua gestão US$ 662,6 bilhões, atuando em 35 países, com escritórios distribuídos pela Europa, Américas, Ásia, Oriente Médio, África e Oceania.